Elsa Judas, antiga presidente da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral do Sporting e apoiante de Bruno de Carvalho, insurgiu-se nas redes sociais com as declarações de Bruno Fernandes, que à chegada da Seleção a Lisboa admitiu a possibilidade de negociar com o Sporting, reconhcendo, até, a possibilidade de continuar em Alvalade.

Judas apelida o jogador de “mercenário” e conta que o médio terá pedido “4 milhões de euros” a Bruno de Carvalho”, que lhe foram negados pelo antigo líder dos leões.

Leia o post na íntegra:

“Desde que lhe entreguem os 4 milhões de euros que pediu a Bruno de Carvalho e este lhe negou… e mais ninguém dá…

E porque já percebeu que jamais ganhará a rescisão com justa causa… vai até com lacinho…

Gente desta, vulgo mercenários, não têm carácter patra jogar no meu SCP… Mas sempre faz pandã com uns quantos que por lá andam… noutros departamentos… ”