Liga NOS: O regresso da anormalidade

Eis o primeiro exemplo do que nos espera neste retorno ao futebol.

Grupos de marginais que representam claques organizadas tiveram estas atitudes de gente que pertence a clubes falidos, caloteiros e que vivem de habilidades para sobreviver uns não pagam a ninguém outros são intervencionados pela UEFA e continuam a destilar ódio ao CLUBE que se preocupa em crescer em pagar e criar estruturas próprias e que não está hipotecado a bancos recebendo destes constantes benesses senão já tinham acabado.

Mas o mais perigoso desta atitude não a ordinarice dos mesmos que representa ódio, inveja e pobreza o pior é o que pode acontecer senão houver serenidade da parte dos nossos adeptos que têm que manter a cabeça fria pois a revolta pode dar mau resultado. Se dúvidas havia do NOJO QUE ESTES MARGINAIS representam para a sociedade eis aqui estes exemplos.

Mas desta GENTALHA tudo é de esperar já fizeram visitas à nossa CATEDRAL armados com paus e ferros e que teve um desfecho terrível que não é desejado. Temos que estar preparados para outro tipo de ataques pois em plena Pandemia já começaram as provocações da imprensa dos Cartilheiros e agora dos MARGINAIS.