Advertisement

Não nomeação de Soares Dias demonstra falta de transparência da FPF

Advertisement

Hoje foram anunciadas as nomeações dos às para a 21ª jornada. Artur Soares Dias, ficou de fora das nomeações por ter prejudicado o Benfica.

A Federação Portuguesa de Futebol, que até tem um canal, poderia justificar e dar razão ao Benfica. Preferiu não ser transparente e deixar o árbitro de fora das nomeações.

Advertisement

Desde há dois anos que a Federação Portuguesa de Futebol tem feito uma campanha negra contra o Benfica. O Benfica pediu árbitros estrangeiros, pagou 30 mil euros de multa por esse pedido. Curiosamente o pedido surgiu, depois de um jogo em que o árbitro era Artur Soares Dias. Esta época o Liga tem árbitros estrangeiros de vez em quando. O Artur continua a apitar jogos e o Benfica a ser prejudicado e sem os seus 30 mil euros.

Hoje o Benfica volta a pedir transparência e com isso a divulgação dos áudios entre árbitros e o VAR. Para já não houve queixa da APAF e parece que os áudios vão ficar no segredo da FPF.

Artur Soares Dias

O árbitro que esta época tem 6 jogos para o campeonato. 50% são jogos do Benfica. Árbitro comutado com o FC Porto no qual foi arguido no processo apito dourado. Alvo de ameaças de morte por parte dos super dragões, na Maia, sem ter apresentado queixa.

Foi o árbitro jovem em quem o FC Porto pedia para aumentar as notas segundo as escutas do processo apito dourado.

O árbitro que nas ultimas 12 épocas, assinalou 2 penaltis contra o FC Porto, sendo que num deles, os azuis e brancos já venciam por 3-0. Assinalou 7 contra o Sporting e 8 contra o Benfica.

Um árbitro que, em 49 decisões arbitrais, apenas expulsou por 2 vezes e assinalou 2 penaltis contra FC Porto. As outras 45 foram contra o Benfica, Sporting e SC Braga.

Estamos perante um António Garrido dos tempos modernos com o cunho da Federação Portuguesa de Futebol.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo