News Benfica: “terceiro erro de árbitros e VAR incompreensíveis em benefício do FC Porto”

Publicidade

O apoio inexcedível de todos os Benfiquistas que se deslocaram a Moreira de Cónegos e a capacidade de luta e resiliência da nossa equipa, onde mais uma vez se provou que todos contam, são marcas que ficam desta vitória que teve um sabor especial pela forma como foi obtida.

Verificaram-se as tremendas dificuldades previstas, tendo em conta a qualidade e competência futebolística do Moreirense e da reduzida dimensão do relvado, mas a nossa equipa soube contorná-las e garantir a vitória com enorme mérito.

Publicidade

É claro que as incidências da partida, em particular a sequência dos golos, ditam a análise, o que nem sempre reflete fielmente o que se passou em campo. Poderíamos e deveríamos termo-nos adiantado no marcador, o que, como é evidente, facilitaria a tarefa da nossa equipa. Não o tendo conseguido ao longo da primeira parte, e agravado pelo golo sofrido no início da segunda, o jogo transformou-se um pouco, mesmo que inconscientemente para os nossos jogadores, numa espécie de corrida contra o tempo. E para agravar o cenário, o Moreirense ainda não sofrera qualquer golo em casa desde o início do Campeonato.

Tudo se resolveu nos últimos dez minutos, com golos dos melhores goleadores benfiquistas na edição da Liga NOS na época passada, Rafa, aos 84:27, e Seferovic, aos 90:10, ambos de cabeça na sequência de cruzamentos para a área a concluírem boas jogadas da equipa que nunca desistiu nem regateou esforços para alcançar a vitória.

A raça, o querer e a ambição dos nossos jogadores foram determinantes para o triunfo obtido, à semelhança, repetimos, do forte e imprescindível apoio dos nossos adeptos presentes em Moreira de Cónegos. Sem eles teria sido ainda mais difícil.

Para concluirmos este capítulo de mais uma vitória, não duvidamos que o Moreirense, se der continuidade à atitude e nível exibicional apresentados no passado sábado, será um adversário muito complicado para todos os que o visitem.

E agora teremos o V. Guimarães pela frente, já na próxima quarta-feira (19h00 no Estádio da Luz), em jogo a contar para a primeira jornada da fase de grupos da Taça da Liga. Será a segunda partida do ciclo de quatro jogos em doze dias, que se deseja pleno de triunfos. Depois receberemos o V. Setúbal, na sétima jornada da Liga NOS, também na Luz (sábado, 19h00) e haverá então a deslocação a São Petersburgo para a visita ao Zenit no âmbito da Liga dos Campeões.

Jogo a jogo, de três em três pontos, #PeloBenfica!

P.S.: Pela terceira jornada consecutiva, terceiro erro de árbitros e VAR incompreensíveis em benefício do FC Porto. Depois da expulsão do jogador do Vitória de Guimarães, do penálti fantasma marcado contra o Portimonense, ontem um penálti indiscutível com respetiva expulsão de um jogador do FCP ficou por marcar, prejudicando claramente o Santa Clara. O ano passado foram 10 pontos a mais, este ano, sucedem-se os erros, sempre em benefício da mesma equipa e por equipas de arbitragem que já estiveram ligadas na época anterior a muitos desses erros que deram pontos.

Ontem, a imagem do jogador do Santa Clara a sangrar e o árbitro a dar indicação para o jogo continuar, como se nada se tivesse passado, diz tudo e faz pensar e questionar – não acham que já é de mais?

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores