“O Benfica sente a falta dos seus adeptos quer em casa, quer fora de casa”

Advertisement

Rui Costa falou do momento atual do Benfica depois da apresentação de uma parceria tecnológica com a NOS.

Não obstante, foi com pompa e circunstância que o clube disponibilizou o seu relvado para dar palco ao evento e também a voz que assumiu a divulgação não foi deixada ao acaso. Rui Costa foi ontem, até, muito mais um vice-presidente do que administrador da SAD ou, sobretudo, um diretor desportivo. «Qualquer que seja o papel, nem que seja na bancada, é um orgulho para mim representar o clube», começou por dizer em declarações exclusivas a A BOLA, antes de dedicar mensagem ao jogo em P. Ferreira: «Iremos com certeza consolidar aquilo que temos feito.»

A falta de público no jogo desta noite foi tema enfatizado por Rui Costa. «Nunca poderemos fazer disso uma desculpa para a época que estamos a fazer, mas também nunca poderá ser visto de forma leviana. O Benfica sente a falta dos seus adeptos quer em casa, quer fora de casa, onde normalmente enche todos os estádios», explicou, sem deixar de lembrar, agora à televisão do clube, que «o adepto do Benfica sempre foi exigente» e que «falta a exigência de ter o estádio cheio».