10154064_692372400809174_7587908547960955770_n

O que vão ler a seguir é uma publicação por parte do Blog Geração Benfica no dia 12 DE MAIO DE 2014
Hoje a CM fala no caso do porto ter pedido ao Mendes para tirar o Jesus Do Benfica.
https://hugogil.pt/fc-porto-usa-jorge-mendes-para-por-jesus-fora-do-benfica/

O preço pedido ao Jorge Mendes para reconstruir o FCPorto

Não há volta a dar: Qualquer clube com alguma dimensão que precise de apostar em jogadores que tenham um potencial de certeza acima da média, procuram Jorge Mendes para o fazer.

Em Portugal o último clube a fazê-lo foi o Rio Ave, onde Mendes demonstrou que consegue projectar um clube, apenas por ser seu aliado. Ainda está por perceber, para os mais distraídos, como o 11º classificado – apenas com mais 8 pontos que o clube que desce de divisão – conseguiu chegar às finais das duas Taças nacionais e estarão na Liga Europa e Supertaça de Portugal na próxima temporada.

O FCPorto tentou demonstrar que não precisava de Jorge Mendes pois têm a “super-estrutura”, entretanto destruída pela entrada de Alexandre Pinto da Costa que acumulou erros e obrigou Antero Henrique a reagir a erros como erros maiores ainda. Nos dias que correm, Jorge Mendes tem apenas um jogador no plantel do clube do norte.

Pinto da Costa cedeu, e contra tudo o que dissera há poucas semanas, apostou num treinador espanhol e com pouca tarimba de clube – e que o máximo que aceitou do FCPorto foi um único adjunto, o resto é tudo espanhol. Por trás desta aposta: Jorge Mendes.

Esta nova relação não é alheia ao facto de o SLBenfica, que tem tido em Jorge Mendes o apoio para vários negócios, estar a apostar cada vez mais em mercados emergentes que não são explorados e em cujos jogadores não estão dominados pelo Jorge Mendes.

Com os resultados desportivos, vender bem é mais fácil… e Mendes é, assim, menos necessário. Porém, não é inteligente “dispensar” Jorge Mendes porque ele acabará por estar envolvido em algo. Por outro lado, este rapidamente aproveitou a menor influencia na Luz e em Alvalade para se propor – como fizera antes nos de Lisboa – como uma possível solução para resolver a crise do FCPorto.

Oferta Aceite… MAS! Mas… Jorge Mendes não poderá, seguramente, ser um elemento activo nas vendas que o Benfica vai fazer – aposto em 4 jogadores além de Rodrigo e André Gomes. E menos ainda poderá ser um pilar importante nas aquisições. Esse papel está prometido para o FCPorto e para Lopetegui que, seguramente, só com estas garantias deixou a tranquilidade da Real Federação Espanhola.

Mas há mais! E aqui sim é o factor principal que Pinto da Costa terá exigido ao Jorge Mendes:

– TIRAR JESUS DO BENFICA E LEONARDO JARDIM DO SPORTING!

Num ano em que o FCPorto recomeça do menos dez, tudo se complica se Sporting e Benfica tiverem continuidade nos seus projectos e modelos desportivos.

O treinador do Sporting foi rapidamente elevado a grande estratega pela imprensa controlada pelo Jorge Mendes e já entrou em ruptura silenciosa com Bruno de Carvalho e estará a caminho do principado do Mónaco para liderar o clube do dinheiro que não tem adeptos – motivo pelo qual o Jesus nunca aceitaria treinar ali.

Jorge Jesus é todos os dias capa de jornal desde que conquistou o título. A imprensa finge que não houve as indicações do treinador a dar conta que tem contrato e ponto final… e ao mesmo tempo Jorge Mendes sabe que Jesus apenas treinará em três países depois do que construiu na Luz: Espanha, Inglaterra ou Itália.

Espanha não tolera treinadores portugueses e está fora de questão
Inglaterra não tolera treinadores com a “agressividade” de Jorge Jesus
… sobra Itália, o país da táctica e dos tácticos, onde Jesus se encaixaria muito bem.

Em Itália os clubes do cima da tabela “estão servidos”, mas há um clube a que Mendes tem excelente acesso ao seu Administrador Delegado e que está, porventura, como o Benfica estava quando Jesus chegou: AC MILAN.

Nos proximos dias haverá uma pressão muito grande sobre Jesus e a sua saída do SLBenfica será muito pressionada pela imprensa e até a final de quarta-feira será utilizada.

Querem incentivar o Milan a apostar em Jesus… e o português a ser o obreiro da recuperação do Milan.

Por trás desta “tarefa”: Jorge Mendes
Motivo desta movimentação: a contrapartida pedida pelo FCPorto para que seja Mendes a reconstruir o FCPorto.

Esta é a minha clara convicção e acho que cabe (também) a nós proteger Jesus como fizemos ontem e anteontem com a palhaçada da FALSA notícia do L’Equipe.

Eu penso assim, veremos se tenho razão ou se a minha opinião não fazer sentido.