O Semanário “Diário de Notícias” do tempo do Baldaia acusa e manipula notícia

Advertisement

Ontem fui solicitado pelo juntaletras, Paulo Pena do semanário “Diário de Notícias”. Aquele jornal em que saia diariamente e depois da liderança de Paulo Baldaia, adepto do FC Porto, passou forçosamente a ser semanário. Mas não vamos falar sobre esse assunto porque já toda a gente percebeu com quem estamos a lidar.

O juntaletras do Paulo Pena, enviou-me um e-mail perguntando se estaria interessado em responder a umas questões. Foi com grande estupefacção que vi o artigo manipulado. Usou e abusou do que quis, mas o essencial não usou, talvez, por o seu coração azul e branco não ter deixado. Então vamos pegar na notícia e acrescentar os factos que foram ocultados.

O intuito desta notícia era ligar o Benfica, o Luís Bernardo, a empresa na qual trabalho a um partido político que está a causar alguma polémica. Não tenho partido político e muito menos ando em “guerras” na política. Reafirmo que fiz o site para o meu amigo André Ventura e voltaria a fazê-lo, como ajudo sempre que possa. O que fazem ou deixam de fazer, a mim não me diz respeito. Ou é crime comprar um domínio, um theme e ajudar um amigo? No mundo da politiquice deve ser. Mas vamos à parte mais importante, a da acusação de desinformação.

No paragrafo acima, o juntaletras Paulo Pena, dá a entender que sou o dono do site Tás Louco. E coloca uma resposta a outra pergunta.

Ora o registo está em meu nome, custa anualmente 15 euros, pagos pelo actual detentor do site. Não sou, nem fui o criador desse site. Como pode ver no e-mail da resposta, não confirmo que sou o autor do site porque não é verdade. Como tal, a resposta não foi colocada. A isto eu chamo manipulação e desinformação. Eu sei quem é o responsável pelo site e devo dizer que o responsável foi uma das pessoas que me ensinou a criar este site. Aliás, pelo que fui ver, as ultimas notícias são cópias do que sai na imprensa. Exemplo http://taslouco.pt/benfica-queixa-se-do-roubo-no-bessa/

Ora estando eu dentro do assunto, porque é a área do futebol, esta notícia saiu no jornal Record.

Então? É o “Tas Louco” o responsável pela desinformação ou é o jornal Record? É que a notícia vem de lá… Mas vamos nos focar no meu site porque é dele que se trata assim como da minha pessoa.

Fazendo uma pesquisa por esses títulos vamos encontrar… No primeiro é o Correio da Manhã que diz, no segundo nem existe. Se é o um jornal que avança a notícia onde está a desinformação no site? Eu também acho que o Correio da Manhã não é credível, mas hoje vi que o semanário “Diario de Notícias”, também não o é.  Vamos à seguinte.

 

Na pergunta “Como reage à acusação de que faz, e distribui, notícias falsas sobre futebol?” eu respondi isto.

Sabe o que foi citado para não incomodar o FC Porto? Isto: “Toda a gente sabe que essa acusação partiu do FC Porto/Sporting para me tentar tirar credibilidade. Não produzo notícias falsas. Se isso fosse verdade, a maioria da imprensa desportiva em Portugal não era credível.” Então e o resto? Não agrada? Dei um exemplo devidamente sustentado e fácil de comprovar acedendo ao site e o juntaletras simplesmente ignorou. Preferiu acusar-me de desinformação.

As respostas foram dadas às 19h34 e o artigo escrito às 22h57. Acha mesmo que o juntaletras foi comprovar o que lhe tinha dito? Acha mesmo que o juntaletras fez o seu trabalho de investigação? Se o tivesse feito, não ocultava ou trocava respostas e não enganava as pessoas na questão dos títulos. Mas ainda há mais. Quem é que começou a enaltecer esta fake news? Os soldadinhos da internet.

O primeiro é deputado do Partido Socialista.  Na notícia abaixo mostra a pessoa que é e quando foi chamado a justificar-se. Está no Jornal de Notícias e no Observador(estão lá os links) para o caso dos visados dizerem que é uma fabricação minha. Na outra notícia vem uma alegada denuncia retirada do Blog Nova Geração Benfica que diz o seguinte… “Mais tarde para as redes digitais e montando os blogues que clandestinamente divulgavam os emails roubados ao SLB, a coordenação foi feita por um Grupo que integra o deputado Tiago Barbosa Ribeiro, Pedro Bragança (Baluarte dos Dragões) e Diogo Faria que utilizaram a sua rede de colaboradores para massificar essa informação”.

Vídeo: Como desmontar uma mentira de um deputado do FC Porto alegadamente associado à Rede para destruir o Benfica

 

EIS A DENUNCIA SOBRE A ESTRUTURA MONTADA PELO FCP QUE ENVOLVE MAGISTRADOS E QUADROS DA POLICIA JUDICIÁRIA

Conclusão:

Caro leitor tenho a pedir desculpas pelo longo artigo, mas este é o único meio que tenho à disposição para apresentar a minha defesa. Não vou responder à Revista Sábado(outra grande conhecida nossa) e ao Polígrafo que me andou a mandar às mensagens às 2h30 da manhã e que, como não obteve resposta, decidiu fabricar uma notícia. Um blog que denuncia fake news mas que acabou por fazer o mesmo acusando-me de ser “promotor de desinformação” só pode ser brincadeira.  Mas quanto a esse, fica a promessa de um post.

Não produzo as chamadas fake news e quem me segue há quase 6 anos, sabe que isso não é verdade. Trata-se apenas de um argumento produzido pelos mesmos do costume, numa altura em que o FC Porto foi beneficiado no Bessa. Numa altura e que Sérgio Conceição foi expulso pela 3ª vez esta temporada. Numa altura em que Luís Gonçalves foi expulso e se não estou em erro, é a segunda vez esta temporada. Numa altura em que o Benfica se mostrou indignado com tudo o que está a acontecer. É por isso que me querem silenciar. Tal como tentou fazer Bruno de Carvalho, não vão conseguir. Procurem no site uma notícia que seja falsa ou que esteja noutro meio de comunicação. Que não se tenha falado na televisão. Até lá eles que continuem a cantar para o povo deles, porque a mim não me encantam.

Já agora, chamar Quasimodo ou pinta rodapés ao ex-director do Sporting, Nuno Saraiva, até são nomes meiguinhos, comparado ao programa que a Sporting TV tinha onde exibia um porco com um cachecol do Benfica e com o nome de Porco Gil. Paulo Pena, conselho de amigo, não se meta em “guerras” que não conhece.