Advertisement

Ojogo trunca declarações de Pizzi no título

Mestres da truncagem de e-mails tentam arranjar polémica a partir do título

Advertisement

Pizzi concedeu uma entrevista ao Canal 11 e o jogo decidiu arranjar polémica através do título da notícia

 

Estas foram as declarações de Pizzi da entrevista.

Advertisement

Sobre a saída do Benfica: “Saí por vontade própria, porque senti que o meu ciclo no Benfica tinha terminado e porque queria procurar novos desafios, coisas diferentes. Surgiu a oportunidade. Aliar a parte financeira e o conforto. E o míster Carvalhal foi muito importante. Acabei por pensar que o meu ciclo tinha terminado. Amo o Benfica, quero muito que sejam campeões. Libertar o Benfica do Pizzi e o Pizzi do Benfica. Possivelmente no futuro poderia e não quero ser entrave para o que quer que seja. Decidi por vontade própria”

Foste empurrado? “Empurrado? De todo. Desde Direção, até Roger Schmidt, uma pessoa espetacular e treinador incrível. Nunca me senti empurrado. Sempre me disseram que era minha decisão”

Saíste com alguma mágoa? “Não. Saio, se calhar, com a ideia que as coisas poderiam ser diferentes devido ao passado, mas feliz por todo o meu passado no Benfica e pelo que contribui para o Benfica. Dei tudo. Saio de cabeça erguida, muito feliz, com muito orgulho.”

Os agradecimentos dos colegas e amigos nas redes sociais: “É um misto de sentimentos. Tinha acabado de deixar clube onde fui muito feliz e do qual gosto muito. Sensação de “deixaste a tua marca’, ‘marcaste estas pessoas’. Nos últimos tempos não foi o nome do Pizzi jogador que foi posto em causa, mas o nome da pessoa. Isso magoou-me. Foi sentimento muito bom para mim.”

E este foi o título a levar as pessoas a pensarem que o Pizzi estava a “partir a loiça toda” depois de ter saído do Benfica. Bem que ele malhou na comunicação social e sobre isso não há uma referencia.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo