Advertisement

Olhanense desmente “Cérgio Sonceição”

Advertisement

Sérgio Conceição disse nesta sexta-feira não sentir pressão com o aproximar do Benfica, justificando que se sentiu mais «afetado quando era treinador do Olhanense e tinha quatro ou cinco meses de salários em atraso».

O Olhanense não gostou do que ouviu e veio agora dizer que isso não é de todo verdade. «Nunca o SCO teve, à data, mais do que dois meses de atraso nos vencimentos de seus atletas, como também quaisquer dificuldades reportadas à direção do clube eram de imediato resolvidas, nem que fosse com recurso a empréstimos pessoais dos respetivos dirigentes», disse o clube através de um comunicado.

Advertisement

Nesse sentido, o Olhanense referiu que o técnico azul e branco «deveria ter maior respeito pelo primeiro clube que nele confiou, dando-lhe a possibilidade de iniciar a sua carreira como treinador principal».

«Provando o que afirmamos, temos em nosso poder o documento de acordo, respeitante a dois meses de vencimentos em atraso, aquando da rescisão com o referido técnico em janeiro de 2013, que se encontra a ser cumprido religiosamente, pelo que é de lamentar que se passe uma informação, fora do contexto, que não corresponde à verdade», acrescentou.

Advertisement
DEIXE A SUA RESPOSTA

Botão Voltar ao Topo