Aqueles ex-árbitros que escrevem no jornal do FC Porto são de uma desonestidade que envergonha a classe dos árbitros. Se ainda fosse o Jorge Coroado até que compreendíamos este tipo de análise pois toda a gente sabe que o homem quer o lugar do Perdigão no Porto Canal. Mas desta vez até que nem foi ele.

Quando temos um lance calro de penalti a favor do Benfica e depois temos um dos ex-árbitros a escrever que quem faz a falta é Pizzi, demonstra a vergonha que era a classe de árbitros que Portugal teve ao longo de mais de 30 anos. Um diz que ambos se começam a agarrar, quando o Pizzi não agarra ninguém.  E muito menos empurra alguém.  Veja o lance e veja as análises. Se ojogo fosse um jornal sério estes dois não escreviam lá mais.