Os penhores do Sporting vs os penhores do SL Benfica

PUB

O Sport Lisboa e Benfica, divulgou no dia 16 de abril um prospeto que foi enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), relativo ao empréstimo obrigacionista ‘Benfica 2016-2019’, que poderá atingir um montante máximo de 50 milhões de euros, com obrigações de valor nominal de 5 euros cada. Tudo isto seria normal até o presidente do Sporting Bruno de Carvalho decidir intervir dizendo que o clube da luz estaria falido.
“(…) aproveito e envio também em desenho o empréstimo obrigacionista e os 16 jogadores penhorados pelo seu clube”, disse o presidente leonino.

Acontece que Bruno de Carvalho não sabe a diferença entre uma penhora e um penhor, mas mesmo assim todos os Benfiquistas perceberam que é apenas mais uma tentativa de rebaixar o clube da luz e para iludir os sportinguistas. Vejamos, os penhores do Sporting divulgados no Relatório&contas do clube de Alvalade.

Nestes termos, a Sporting SAD. celebrou, no dia 28 de Novembro de 2014, em conjunto com o Sporting e a Sporting SGPS, um contrato de constituição de garantias e promessa de garantias, no âmbito do qual foram prestadas pela Sporting SAD., pelo Sporting e pela Sporting SGPS, a favor do Novo Banco e do Millennium BCP um conjunto diverso de garantias para a segurança do bom pagamento das obrigações garantidas. Assim, a Sporting SAD pode ver-se obrigada a cumprir com as obrigações assumidas pelo Sporting e pela Sporting SGPS.

Cumpre ainda destacar as seguintes garantias prestadas pela Sporting SAD:

Segunda hipoteca sobre o direito de superfície detido pela Sociedade sobre as fracções autónomas “A” e “B” do prédio urbano situado na Rua Dr. Fernando da Fonseca, em Lisboa, freguesia do Lumiar, descrito na CRP de Lisboa sob o nº 2440, que correspondem, respectivamente, ao Estádio José Alvalade e ao Edifício Multidesportivo;

Constituição de primeiro penhor sobre Créditos do Grupo Sporting;

Constituição de penhor de primeiro grau sobre créditos resultantes da exploração de
Direito de Patrocínio, Direitos Televisivos e sobre créditos resultantes de quaisquer
Contratos Relevantes;

Constituição de primeiro penhor sobre saldos de contas bancárias;

Promessa de constituição de penhor sobre Equipamento;

Cessão com escopo de garantia todos os créditos presentes e futuros de que é ou
venha a ser titular relativamente aos Seguros; e

Cessão com escopo de garantia de todos os “créditos de passes” de jogadores.

Trocando por miúdos, que moral tem o presidente do Sporting para vir falar em passes de 16 jogadores do Benfica dados como penhor se o Sporting tem praticamente tudo dado como penhor?
Esta informação está disponível no ultimo relatório&contas do clube de Alvalade.

DEIXE A SUA RESPOSTA