Clube argentino avançou com uma queixa na FIFA.

O Lanús avançou com uma queixa contra o FC Porto na FIFA por falta de pagamento do mecanismo de solidariedade respeitante à transferência de Marchesín.

De acordo com o jornal “Olé”, a verba em causa será de 170 mil euros e deveria ser paga em quatro tranches. No entanto, aquele periódico argentino escreve que os dragões ainda não efetuaram qualquer transferência para a conta do emblema que Marche representou entre 2007 e 2015.