Azuistop

Pedro Pinho perde a licença de agente FIFA

Agrediu um jornalista da TVI e agora ficou sem a licença de agente de jogadores. Também já não faria negócios com o FC Porto.

PUB

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), de Lausanne (Suíça), confirmou, a 26 de abril, a decisão de retirar a licença de empresário a Pedro Pinho. Assim, o CAS dá razão à decisão inicial da FIFA e descarta o recurso do português.

Importa recordar que, em abril de 2021, no final de um Moreirense-FC Porto, Pedro Pinho agrediu e ameaçou um repórter de imagem da TVI, à saída do estádio. Como tal, o Tribunal de Guimarães condenou o representante de jogadores a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em simultâneo, Pedro Pinto foi impedido de renovar a licença de empresário.

Advertisement

«O objetivo da FIFA é garantir que a conduta dos agentes de futebol esteja alinhada com os objetivos centrais, de “aumentar e estabelecer padrões profissionais e éticos mínimos”. (…) A consequência do violento ataque do recorrente a um jornalista num estádio não atende aos requisitos (…). (…) O recurso apresentado contra a FIFA, a 8 de agosto de 2023, foi recusado. A decisão do Departamento de Agentes da FIFA será mantida», lê-se no comunicado publicado a 26 de abril.

Em suma, Pedro Pinho foi condenado pelo CAS em primeira instância, por crimes estabelecidos no regulamento da FIFA, o que determina a retirada da licença de agente de jogadores.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo