Advertisement

Pinto da Costa ao jantar com o agressor do jornalista da TVI

Também não se deve lembrar de quem é o agressor

Advertisement

O presidente do​​​ F. C. Porto testemunhou esta quarta-feira em tribunal que não viu a agressão a um repórter de imagem da TVI, após um jogo entre os portistas e o Moreirense, em abril de 2021, da qual é acusado o empresário de futebol Pedro Pinho.

 

Pedro Pinho está a ser julgado no tribunal de Guimarães pela alegada prática dos crimes de ofensa à integridade física qualificada, atentado à liberdade de informação e dano com violência.

Pinto da Costa, que estava com o arguido na altura da agressão disse na última audiência que a única coisa que aconteceu foi uma tentativa, por parte de Pedro Pinho, de impedir o repórter de imagem de filmar, colocando a mão em frente à lente da máquina, mas sem recurso a violência.

Parece que o presidente do FC Porto também não viu o agressor a tirar fotos com ele muito recentemente.

 

Tudo em família para depois acusarem os outros de andarem a brincar com a justiça.

Leia também: O poligrafo SIC, os cartilheiros e o tweet do Taremi – Vídeo

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo