Pizzi:”O míster é quem decide isso”

Advertisement

O Campeão Nacional abriu nesta manhã de sábado as portas do Caixa Futebol Campus. Treino aberto para os Sócios do Clube, um momento de enorme sinergia entre todos.

No final, após mais uma intensa sessão de trabalho dirigida por Bruno Lage, Pizzi falou aos jornalistas, dando o mote para um 2019/20 que se quer de muitas alegrias. 

O Sport Lisboa e Benfica deu o pontapé inicial em 2019/20 na passada segunda-feira. Os jogadores foram chegando paulatinamente nos últimos dias, com Pizzi e os restantes internacionais a ingressarem no grupo na sexta-feira. Neste sábado, após o treino aberto, o camisola 21 falou aos jornalistas, tendo abordado vários temas.

Como está a ser este arranque de época? Como se sente?

É sempre bom estar de regresso a casa, é sempre importante começar e, obviamente, estamos todos muito felizes por aqui estar para começar uma nova época. Estamos muito motivados e com muita vontade de vencer.

Que mensagem passou o treinador Bruno Lage nestes primeiros momentos?

A mensagem é sempre a mesma, muito trabalho e muita dedicação no dia a dia, trabalhar sempre no limite para depois poder corresponder dentro do campo. Agora somos muitos jogadores a tentar mostrar dia a dia, a cada treino, o valor. O míster pede o mesmo a todos. Muita dedicação, empenho e muita intensidade em todos os treinos.

Treino aberto

O Benfica é o Campeão Nacional… isso traz maior pressão ou exigência?

Jogar no Benfica tem sempre a mesma exigência! A exigência no Benfica é dia a dia, sempre a trabalhar no máximo para melhorar e é isso que todos nós vamos fazer. Obviamente, o nosso objetivo é voltar a conquistar o Campeonato Nacional e depois, claro, fazer uma boa campanha na Liga dos Campeões, porque isso também é importante para nós e para os nossos adeptos.

Entre saídas e entradas, como está o Benfica?

Toda a gente sabe do valor de João Félix. Acabou por ser uma transferência merecida da parte dele, pelo trabalho e pelo trajeto que veio a fazer. Quanto aos reforços, ainda não tive muita oportunidade de ver, ainda não estive em contacto diretamente com eles no treino, mas, certamente, se foram contratados pelo Benfica e pela estrutura do Benfica, é porque têm qualidade e vêm acrescentar. Nós, os mais velhos que aqui estamos, vamos fazer tudo para que eles se possam sentir em casa, num bom ambiente, para dar muitas alegrias ao Benfica.

O Benfica é Campeão Nacional… Sente que os rivais vão ter ainda mais vontade de roubar esse título ao Benfica?

Partimos todos do zero! Obviamente que nós somos os Campeões Nacionais, temos de defender esse título, e os nossos rivais vão dar tudo, como fazem todos os anos, para tentar conquistar esse título. Nós, aqui dentro, vamos trabalhar todos os dias, dar o máximo, tentar jogar o melhor possível para no final voltarmos a festejar. Mas partimos todos do zero, com a mesma vontade de vencer, e claro que nós vamos fazer de tudo para dar mais uma alegria aos nossos adeptos.

Treino aberto

Nesta pré-época o Benfica sabe que já tem presença assegurada na Liga dos Campeões, logo, é diferente da transata… A preparação é diferente?

Obviamente que há diferenças na preparação das épocas. Agora estamos mais tranquilos, com a presença na Liga dos Campeões assegurada, e queremos estar todos os anos assim, desta maneira. Vamos entrar diretamente na Champions e isso é o mais importante. Agora teremos cerca de um mês para preparar a Supertaça e esse é o nosso primeiro objetivo. Vencer a Supertaça e trazer já esse título para o nosso Museu.

Entrar com o pé direito poderá ser determinante para o resto da época?

É sempre importante começar bem! Obviamente que, se começamos bem, a probabilidade de no final as coisas acontecerem da melhor maneira para nós é sempre maior. Por isso, queremos começar bem o Campeonato, agora pensamos na Supertaça – que é o nosso primeiro objetivo – e mais para a frente então pensaremos no Paços Ferreira e nos jogos seguintes. Como é óbvio, teremos de jogar contra todas as equipas, por isso é indiferente jogarmos na 3.ª ou na 4.ª jornada, o mais importante é defrontar todas as equipas e vencer.

Treino aberto do Benfica

E quanto à sua posição em campo: vê-se a jogar atrás do avançado?

Eu vejo-me é a jogar. Isso é o que eu mais quero, seja em que posição for. O míster é quem decide isso, e eu estou preparado para trabalhar todos os dias e dar o máximo… e se o míster quiser que eu jogue a guarda-redes, eu jogo!

O sorteio do Campeonato ditou um clássico com o FC Porto à 3.ª jornada e um dérbi com o Sporting na última…

Vamos ter de jogar contra todas as equipas e não faz muita diferença jogarmos à 3.ª jornada ou à última. Vamos ter de defrontar todas as equipas, todos os rivais… Obviamente que esses dois são os nossos mais diretos rivais, juntamente com o SC Braga, mas o importante agora é prepararmo-nos o melhor possível para começar bem, e no final logo veremos como as coisas acabam.