Advertisement

Polémicas criadas em 3 dias passam ao lado do Benfica

O grupo de comunicação social não tem conseguir criar polémicas que causem dano

Advertisement

O Benfica deu iniciou aos seus trabalhos para a próxima temporada com o novo treinador, que até já falou, sem fugir a nenhuma questão. Nem mesmo aquela tão ridícula, sobre os árbitros, pelo mesmo grupo do costume. Teve sorte por perceber a pergunta porque, por norma, esse individuo não pesca de inglês. Pelo meio, deu mérito ao narcocampeão que se entende ser normal, pois vem de outra cultura e ainda não está familiarizado com a forma de como alguns tentam ganhar.

Estes dias têm sido marcados pelas longas tentativas de polémicas na tentativa de condicionar o grupo de trabalho e fragilizar a estrutura de futebol. No fundo, tentam polêmicas para arranjar conteúdos e com isso vender mais. Tivemos “Chegada tardia de Schmidt para a nova época irrita águias”. O Voo atrasou sem responsabilidade para o técnico mas para criar polémica, acharam que ele devia ser piloto nos tempos livres.

Advertisement

“Benfica mete Otamendi na ordem”. Segundo eles, a atitude do capitão, em querer ganhar e conseguir sempre mais, elogiada por todos no Benfica, é visto como um problema na cabecinha das pessoas que querem a polémica.

 

“Contratação de Enzo Fernández abre polémica no Benfica”. Das contratações mais consensuais de toda a estrutura, incluindo adeptos. 10 milhões por 75% do passe, mais 8 milhões por objetivos, quando havia outras opções com outros salários noutras ligas. Falaram, falaram mas nem um nome do dirigente apontaram. Vinagres não é na Luz.

“Casamento cria polémica. João Mário casado e Schmidt Irritado”. João Mário fez os testes de manhã e casou à tarde. Não falhou com os seus compromissos laborais e continua a trabalhar de forma natural. Parece que o problema, para quem criou a polémica, é a lua de mel.

Estas são as polémicas que tentaram puxar,  sem dados factuais. No casamento do João Mário até chegam a dizer que o jogador ia falhar os exames médicos quando se provou que não era verdade.

Venha a próxima.

 

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo