Advertisement

Polícia desmente Conceição e castigo é cumprido nas férias

Advertisement

O Benfica criticou de forma feroz, as multas aplicadas por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, ao seu presidente e a um dos adjuntos.

“Não é falta” custou 2 mil euros. A palavra “Basta” proferida pelo presidente do Benfica, custou 1150 euros. Já os insultos a enaltecer a morte da mãe de Rochinha, valem pouco mais de 300 euros.

Advertisement

Indo para o lado do narcocampeão, o cenário é ainda pior. O jogo da vergonha, no Dragão, continua a dar que falar. O relatório da polícia sobre o caso da garagem, desmente as declarações de Sérgio Conceição. Entre acreditar no treinador mal formado, conflituoso e com um cadastro sem fim, no mundo do futebol, é preferível acreditar no relatório da polícia.

“Não estive presente, pura e simplesmente. Não pode haver um polícia, um delegado da Liga, não há nenhuma imagem, nenhuma pessoa idónea que possa dizer que eu fiz isto ou aquilo que é relatado na acusação”, disse Conceição.

Advertisement

Ora o relatório diz precisamente o contrário.

Castigo cumprido nas férias

Vai ser ouvido esta quinta-feira à tarde. Caso seja castigado, vai cumpri-lo nas férias. E não temos dúvidas que o vai cumprir nas férias. É este o Conselho de Disciplina. Arranja maneira de não prejudicar o narcocampeão e financia-se no Benfica.

É mesmo tempo de dizer basta.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Advertisement

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo