Advertisement

Presidente da Federação Portuguesa de Judo destituído

Tanto andou que agora vai de vela

Advertisement

Tentaram fazer o que queriam no Judo e agora acabam por sair pela porta pequena

 

O presidente e a direção da Federação Portuguesa de Judo (FPJ) vão perder o mandato, na sequência de um inquérito a incompatibilidades feito pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), confirmou fonte daquele organismo.

O IPDJ confirmou a perda de mandato de Jorge Fernandes, após o inquérito realizado à FPJ que aponta “as suas conclusões para o incumprimento por parte do presidente da direção federativa”.

Em causa está, entre outros factos, o exercício de funções por Jorge Fernandes no Judo Clube de Coimbra. Não admira que todos os eventos organizados pela federação e os treinos fossem em Coimbra. Então ele tinha lá um tacho, é normal que fizesse tudo ali.

O artigo 51.º do Regime Jurídico das Federações Desportivas (RJFD), no qual é elencada a perda de mandato de titulares de órgãos federativos, por inelegibilidade, incompatibilidade ou por terem intervenção em contrato no qual tenham interesse.

Leia também: Secretário de Estado fala em aumento histórico de verbas no Judo

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo