Presidente do Conselho de Administração da Lusa fala em “nós Sporting”,

“(…) embora ontem o video-árbitro tenha estado contra nós.”

Eu julgava que Nicolau Santos se havia deslocado ao Estádio de Alvalade na qualidade de jornalista da Agência Lusa (e, como ele disse, ex-sub-director do Expresso), mas se calhar enganei-me ou ouvi mal e terá ido noutra qualidade…

 

Não está aqui em causa o clube, pois cada um é livre de escolher o seu. Está, isso sim, a (falta de) separação do jornalista e do adepto nesta circunstância (o que, desde logo, poderá levantar várias questões de ordem deontológica – para já não falar em questões de credibilidade, principalmente junto do grande público – e que se torna, no caso, tendencialmente mais grave dada a relevância do cargo desempenhado pelo jornalista na agência noticiosa estatal).

E isto já para não falar no papel a que se prestou ao marcar presença na auto-denominada “sessão de esclarecimento”, para mais marcada nos moldes e no contexto em que foi.

Tudo, neste episódio, é absolutamente lamentável.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores