“…muitas vezes os adversários vestem de preto, andam com um apito na boca ou estão sentados em frente a ecrãs de televisão. Triste o país onde abundam as paixões vermelhas e os pinheiros pouco iluminados, sempre disponíveis para subverter a classificação do campeonato, como agora o fizeram, demonstrando que o crime compensa e que não há camião de coação que não continue a dar resultados”, disse o presidente do FC Porto.

Até ao momento o Conselho de Arbitragem não abriu qualquer inquérito sobre as declarações do presidente do FC Porto. E já passaram várias horas.

No mesmo dia, o Conselho de Arbitragem faz participação imediata de Vítor Hugo Valente, Presidente do Vitória FC, por criticas sobre arbitragem e ignora por completo, as declarações graves e injuriosas do Presidente do crime organizado. É à descarada!