Procurador toupeira foi condenado por ajudar o FC Porto

Relação admite que magistrado do TIC agiu por ligações ao clube azul e branco.

Um procurador da República do Tribunal de Instrução Criminal do Porto foi condenado pelo Tribunal da Relação por abuso de poder. Paulo Óscar, o magistrado em causa, terá tentado que um segurança retirasse uma queixa contra o chefe da segurança do FC Porto por “simpatia clubística”.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores