Advertisement

Rafa põe fim na carreira à na Seleção de Portugal

Extremo do Benfica não quer representar a selecção e pede respeito

Advertisement

Rafa, atleta do SL Benfica, comunicou nesta segunda-feira, 19 de setembro, ao Selecionador Nacional, Fernando Santos, e à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a sua indisponibilidade para representar a Seleção Nacional.

Convocado para os dois últimos encontros da fase de grupos da Liga das Nações, concretamente para os duelos frente à Chéquia, sábado, 24 de setembro, em Praga, e Espanha, terça-feira, 27 de setembro, em Braga, o avançado do Benfica pediu a sua dispensa ao Selecionador Nacional e à FPF, explicando os motivos do pedido.

Informei hoje o selecionador Fernando Santos e a FPF da minha indisponibilidade para representar a equipa nacional“, acrescentando “tratar-se de uma decisão honesta e acertada, neste momento da carreira”.

Rafa recordou as 40 ocasiões em que representou as seleções nacionais e pediu respeito pelas “razões do foro pessoal” que o levaram a tomar a decisão.

Peço que as razões, de foro pessoal, sejam respeitadas por todos. Representei as seleções nacionais em 40 ocasiõesajudei a conquistar o Euro 2016 e a Liga das Nações e estarei sempre na primeira fila a apoiar a equipa de todos nós. Estou certo que a Seleção Nacional continuará a dar alegrias aos portugueses, desde logo na Liga das Nações e no Mundial 2022″, afirmou.

Entretanto, a FPF já reagiu à tomada de decisão de Rafa, demonstrando “reconhecimento e agradecimento” pelo percurso do atleta na defesa das cores lusas.

“A Direção da FPF respeita a decisão tomada pelo Rafa, que connosco viveu as duas maiores conquistas da Seleção nacional, o Euro 2016 e a Liga das Nações. O Rafa será para sempre um dos nossos e é credor do nosso reconhecimento e agradecimento”, disse o organismo.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo