Advertisement

Raúl de Tomás: “Quero fazer o meu trabalho e marcar golos, que é o melhor que sei fazer”

Advertisement

O contrato celebrado com o agora ex-jogador do Real Madrid, pelo qual as águias pagam 20 milhões de euros, inclui uma cláusula de rescisão cujo valor foi fixado em 100 milhões de euros.[expander_maker id=”1″ more=”CONTINUAR A LER” less=”Read less”]“Estou muito feliz por estar aqui. Afinal, era um objetivo que eu tinha, dar um salto na minha carreira e este era o melhor salto que poderia dar. Estou num grande clube, para mim o melhor de Portugal e tenho muita vontade de começar”, revelou o avançado espanhol nas primeiras declarações à BTV.

“Quero fazer o meu trabalho e marcar golos, que é o melhor que sei fazer. Desde pequeno que sou avançado goleador e oxalá possa fazer muitos golos com esta camisola e que o coletivo consiga títulos”, desejou.

Aos 24 anos chega para aquela que será a primeira experiência fora de Espanha.

“É claro que no princípio vai ser tudo um pouco diferente, mas tenho a certeza de que me vou adaptar rápido”, referiu.

“Não esperava que o Benfica se interessasse por mim. Tinha possibilidade de estar noutros países, mas eu quis estar aqui e estou muito feliz. Eu gosto de Portugal. O meu pai viaja muito por Portugal e falou-me super bem do Clube e do País. Claro que é um clube que vai de encontro aos ideais que eu procurava… Eu quis estar aqui!”, reforçou.

O primeiro dia de trabalho começou no Hospital da Luz com os habituais exames médicos. “É um dia difícil, com muitos exames médicos. É um dia diferente, em que não estou em campo, mas não há problema. O mais importante é estar tudo bem de saúde. Agora que cheguei cá, espero ganhar muitos títulos, conseguir marcar muitos golos e mostrar o jogador que sou”, apontou.

Raúl de Tomas chega a um plantel Campeão Nacional com ambição. O avançado está consciente da responsabilidade e assume-se “preparado para esta missão”.

“É uma grande responsabilidade ser avançado do Benfica, mas eu estou preparado. Sei o que posso dar e o que posso render. Só quero poder ajudar e jogar para mostrar que estou preparado para esta missão”, assegurou.

“Isso [responsabilidade] para mim é muito bom. Sou uma pessoa que gosta de ganhar e venho para uma equipa também vencedora. Na verdade, era mesmo isto que eu procurava. Oxalá possamos ganhar de novo o Campeonato e conseguir grandes feitos na Champions. Sinto que vai ser um ano muito positivo. Tenho noção de que é uma liga competitiva e difícil de ganhar, também por isso há muito mérito no trabalho do Benfica na última época”, rematou.

[/expander_maker]
DEIXE A SUA RESPOSTA

Botão Voltar ao Topo