Advertisement

Relatório da polícia mostra que adepto do FC Porto provocou

Caso do Estoril-FC Porto afinal não foi como mostra o Vídeo

Advertisement

Afinal o presidente do Estoril tinha razão naquilo que disse. Como é que o pai com uma criança pequena decide andar a provocar num jogo de futebol?

 

 

A polícia relatório que “aos 35’, quando foi anulado um golo ao FC Porto, um adepto acompanhado pelo filho e ostentando vestes do FC Porto, provocou os adeptos do Estoril”.  O relatório do delegado da Liga diz precisamente o mesmo: “Um senhor, que se encontrava com o filho envergando camisolas do FC Porto, provocou os adeptos do Estoril, tendo causado alguma confusão.”

Quem filmou o vídeo e o passou para a comunicação social, deveria ter filmado todo o momento e não só a parte em que o adepto provocador se levanta e se retira com a filha. Esperemos que o diretor de comunicação do Rio Ave e os demais cartilheiros do FC Porto condenem o pai por ter sujeitado a sua criança a episódios lamentáveis. Nada justifica a atitude dos adeptos do Estoril mesmo sendo provocado por um mau pai.

 

 

Sobre este e outros episódios recentes, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia, garantiu que está a ser preparado um pacote de medidas contra a violência no desporto: “É transversal a várias modalidades, do futebol profissional ao amador, e é uma luta contínua. Está a ser ultimado um pacote de medidas para reforçar a prevenção e o combate à violência no desporto”, explicou, à margem da apresentação da Semana Europeia do Desporto, onde o presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude.

 

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo