Reunião entre empresário do FC Porto e dirigente do Estoril vale queixa por viciação de resultados

Procuradoria-Geral da República terá recebido, na terça-feira, uma denúncia anónima por alegado ato de corrupção e fraude na segunda parte do Estoril-FC Porto, do passado dia 21 de janeiro.

A notícia é avançada pelo jornal A Bola, que revela que, na base da queixa, estará uma suposta reunião entre um dirigente da Traffic – empresa que controla a SAD do Estoril – um empresário e um dirigente do FC Porto.

O encontro terá ocorrido no dia que antecedeu o reatar da partida da 18.ª jornada da I Liga, num hotel em Lisboa, com o intuito de realizar uma “combinação de resultado”. A mesma denúncia dá conta de uma alegada transferência bancária de 730 mil euros para a SAD do Estoril, dias depois do jogo.

Os canarinhos, recorde-se, chegaram ao intervalo a vencer por 1-0, mas o jogo teve de ser adiado por razões de segurança do estádio António Coimbra da Mota. Mais de um mês depois, disputaram a segunda parte com os dragões, tendo acabado por perder por 1-3.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores

Siga-me no Twitter