Rui Costa: “Nós olhamos para todo o tipo de mercado e olhamos para os grandes jogadores”

Advertisement

Rui Costa, administrado da SAD do Benfica, comenta a janela de transferências dos encarnados.

Sem querer entrar em pormenores sobre possíveis, Rui Costa, administrador da SAD do Benfica, explica que os encarnados estão a tentar montar um “grande equipa”, que lhes permita “voltar a ter o nome bem vincado a nível europeu”.

“Estamos atentos a todo tipo de mercado, procuramos fazer uma grande equipa, e é para isso que estamos a trabalhar. Não vou evidentemente estar aqui a falar que o Benfica está interessado em A, B, C ou D. Nós olhamos para todo o tipo de mercado e olhamos para os grandes jogadores. Não temos por hábito anunciar antecipadamente quem é que vamos querer ou deixar de querer. Portanto, vamos ver como isto vai correr até ao fim do mercado”, explica o dirigente em declarações ao site Goal.

“O Benfica tem um nome europeu muito grande, mas nos últimos anos não tem conseguido fazer as coisas que já fez no passado, e que pode vir a fazer no futuro. Quem representa e está no Benfica tem que dar o máximo sempre. Isso faz parte do projeto do nosso clube, com certeza, e é para isso que vamos trabalhar, não só pelas competições internas, também para voltar a ter o nome bem vincado a nível europeu”, referiu Rui Costa.

O antigo futebolista falou ainda da relação de Jorge Jesus com o Flamengo, clube onde deixou muitos amigos e por quem sente um “carinho tremendo”. “Quando estás fora de Portugal, e eu já estive, estar em casa é algo aliciante. Eu não participei diretamente na negociação dele, mas o Jorge já explicou várias vezes que o projeto do Benfica fez com que ele voltasse. Posso salientar que ele fala diariamente do Brasil com um carinho tremendo, fala do Flamengo todos os dias também com um carinho tremendo, e isso é sempre bom”, reforçou.