Home Futebol Rui Costa revela ambição encarnada na Europa

Rui Costa revela ambição encarnada na Europa

Rui Costa, histórico ex-jogador das águias e agora na administração da SAD, admite que na Europa “a fasquia tem de ser sempre alta” para uma equipa como a do Benfica.

“Os jogadores conhecem a responsabilidade de jogar no Benfica”, salientou Rui Costa, na SIC, lembrando que a Liga Europa não é a competição onde as águias queriam estar mas é a prova onde querem ir muito longe.

“Não é nesta competição que queríamos estar, mas temos de fazer tudo para chegar ao último dia”, disse, em alusão ao desejo de ver o emblema encarnado em nova final europeia.

O Benfica disputa a Liga Europa depois de ter caído da Liga dos Campeões aos pés do PAOK numa eliminatória a uma só mão, em Salónica, na Grécia, e Rui Costa realça que as coisas podiam ter acontecido de outra forma se aquele não fosse o primeiro jogo da temporada das águias.

“Foi o primeiro jogo da época, na semana anterior os jogadores estavam nas seleções, não é desculpa mas há muitas atenuantes”, salientou Rui Costa.

No arranque da fase de grupos da Liga Europa, o Benfica foi um dos destaques, com uma concludente vitória na Polónia sobre o Lech Poznan, por 4-2, com o uruguaio Darwin Núñez a brilhar ao fazer ‘hat-trick’.

Em Poznan, os pupilos de Jorge Jesus adiantaram-se de penálti aos nove minutos, com o golo de Pizzi. Ao quarto de hora, o sueco Mikael Ishak empatou, após o que começou o ‘vendaval’ Darwin Núñez, que adiantou a formação portuguesa ainda antes do intervalo.

Depois, foi de novo Ishak a marcar, no ‘canto do cisne’ dos polacos, antes do uruguaio ‘faturar’ mais dois e resolver a partida a favor do emblema português.