Será que o El Guito vai ameaçar o MP como fez com o jornal Público?

Advertisement

Ministério Público conclui que presidente da Câmara do Porto incorreu em eventual conflito de interesses com intenção de beneficiar a imobiliária Selminho, da qual Rui Moreira, a mãe e irmãos eram sócios.

Rui Moreira foi acusado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal Regional do Porto de ter cometido, “em autoria material e na forma consumada”, um crime de prevaricação no caso Selminho. O Ministério Público requer que presidente da Câmara do Porto também seja condenado a perda de mandato de autarca, refere o Jornal de Notícias.

“Há três anos, depois de o entrevistar, cortou relações com o Público (também de publicidade) porque o incomodaram as perguntas e as notícias sobre o caso Selminho. Agora vai ameaçar o MP de quê?”