“Sofremos o penálti aos 10 minutos e a equipa retraiu-se um pouco”

PUB

Nélson Veríssimo faz a análise ao jogo entre Benfica e Boavista das meias-finais da Taça da Liga.

“Há que valorizar a nossa passagem à final, que era o objetivo. Na primeira parte fizemos um bom jogo, com domínio, a criar oportunidades de golo. Na segunda parte, sofremos o penálti aos 10 minutos e a equipa retraiu-se um pouco. Mas terminámos por cima, com vontade de evitar os penáltis. Podíamos tê-lo feito no remate do Pizzi, com uma grande defesa do guarda-redes. Mas globalmente a equipa fez o que lhe competia, que era chegar à final. Na primeira parte tivemos um grande domínio, a segunda fica marcada pelo penálti, que nos retraiu um pouco. Acabámos por cima, com oportunidades para marcar.

Naturalmente não jogamos sozinhos. O Boavista teve mérito para explorar espaço na direita. Tentámos retificar, mas não conseguimos. Ainda assim, não jogamos sozinhos e há que dar mérito à réplica do Boavista e sublinhar que conseguimos o nosso objetivo.

Sobre os Penaltis

“Não é, porque trabalhámos isto, sabíamos que podia decidir-se assim. Pode haver sorte, mas acreditamos no trabalho e competência”.

Adversário para a final

“Agora o que prefiro é fazer uma viagem sossegada, analisar este encontro e amanhã ver o jogo que ditará o nosso adversário”.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.