Talão de transferência de 750 mil euros está na origem da queixa do jogos Estoril-FC Porto

Deu entrada esta semana uma denúncia anónima a propósito da segunda parte do Estoril-FC Porto, que o clube intervencionado pela UEFA acabou por vencer por 3-1, foram reportados um alegado encontro num hotel em Lisboa antes do jogo e também o talão de uma transferência bancária para a SAD do clube da Linha.

Site Observador decidiu enviar um e-mail para a Procuradoria-Geral da República (PGR) que confirmou a receção da mesma acrescentando que a denuncia seguiu para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

“Confirma-se a receção de uma queixa relacionada com a segunda parte do jogo Estoril Praia – Futebol Clube do Porto. A mesma foi encaminhada para o DIAP de Lisboa”, explicou a PGR ao site Observador.

Daqui em diante vamos ver o tratamento mediático que vai ter esta queixa. Há uma denuncia anónima a falar numa alegada reunião, numa transferência bancária de 750 mil euros após o jogo e há um empresário a denunciar os jogadores do Estoril que são representados por empresários ligados ao Alexandre Pinto da Costa.

Os e-mails também saíram de uma denuncia anónima, no qual saiu 10 meses depois, uma providencia cautelar a proibir o FC Porto e as suas empresas de divulgar e-mails. Isto tudo depois de terem revelado, misturado e falsificado a seu belo prazer. No fundo 10 meses a denegrir a imagem do Benfica. Veremos agora o que vai acontecer.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores

Siga-me no Twitter