Teddy Sheringham: o goleador inglês que acabou a jogar poker em Vilamoura

PUB

A pausa das seleções é o momento ideal para recordar algumas figuras míticas da história do futebol. Entre elas encontra-se o ex-avançado Teddy Sheringham, um goleador inglês que colecionou mais de 280 golos ao longo da carreira e que acabou por se tornar num virtuoso jogador de poker.
Internacional por Inglaterra em mais de 50 jogos, Sheringham jogou em clubes como o Tottenham Hotspur e o Manchester United. Injustamente esquecido, o ex-avançado de Highams Park, Londres começou a carreira de forma improvável aos 16 anos, altura em que se estreou ao serviço do Millwall.

Um início de carreira promissor

Pelo Tottenham, Sheringham foi o primeiro melhor marcador da Premier League.

A carreira profissional de Teddy Sheringham começou quase por acaso. Durante a adolescência, Sheringham jogava pelo modesto Leytonstone & Ilford, um clube amador das divisões inferiores de Inglaterra. O jovem avançado impressionou num jogo amigável frente à equipa sub-21 do Millwall e foi imediatamente contratado por um dos olheiros do clube. Acabou por se estrear como profissional em 1982, quando tinha apenas 16 anos. No entanto, o sucesso ao serviço do Millwall não chegou de forma imediata: primeiro, Sheringham teve que provar o seu valor em dois empréstimos consecutivos.
Depois de uma época de grande sucesso ao serviço do clube sueco Djurgårdens IF (com 13 golos em 21 jogos), Sheringham começou a jogar com maior regularidade ao serviço do Millwall. Em 1987, o clube foi promovido à First Division (nome pelo qual era então conhecida a Premier League) e acabou por demonstrar toda a sua qualidade.
Em 1991, quando trocou o Millwall pelo Nottingham Forest, Sheringham despediu-se do seu primeiro clube com um registo impressionante de 93 golos em 220 jogos. Bastou um ano em Nottingham para que o jovem avançado fosse contratado pelo Tottenham Hotspur, o clube onde acabou por se tornar num símbolo da Premier League.

PUB

Dias dourados em White Hart Lane

Com 22 golos marcados no seu ano de estreia em White Hart Lane, Sheringham destacou-se como o melhor marcador na primeira edição de sempre da Premier League, que decorreu entre 1992 e 1993. Ao serviço do Tottenham, Sheringham jogou ao lado do icónico goleador alemão Jürgen Klinsmann, também conhecido pela sua carreira como treinador. Em 1994, Klinsmann chegou a afirmar que Sheringham era o “avançado mais inteligente” com quem já tinha formado dupla de ataque.
Um internacional inglês de renome no final da década de 90, Sheringham acabou por ser contratado pelo Manchester United em 1997. O ex-avançado chegou a Old Trafford com grande responsabilidade e entusiasmo—para além de ter custado 3.5 milhões de libras (um valor impressionante para a época), foi o jogador destacado para substituir o lendário Eric Cantona.

Manchester United e final de carreira

Sheringham começou a sua carreira em Old Trafford com um golo ao Tottenham, o clube que tinha acabado de abandonar. No entanto, 31 golos em mais de 100 jogos não chegaram para convencer os exigentes adeptos do Manchester United, então uma das maiores potências desportivas da Premier League. Sheringham acabou por deixar o clube no final do contrato para regressar ao Totenham. Longe dos seus melhores dias, o goleador inglês acabou por passar os últimos anos da carreira a jogar ao serviço do Portsmouth e do West Ham United. Em 2008, já bem longe dos seus dias de glória, retirou-se ao serviço do modesto Colchester United.

O sucesso no poker

Sheringham ficou em 5.º lugar no EPT Vilamoura.

Depois de abandonar os relvados, Sheringham ainda tentou ser treinador, mas não teve grande sucesso. Depois de passagens decepcionantes pelo Stevenage e pelo clube indiano ATK, Sheringham decidiu dedicar-se… ao poker!
A decisão surpreendente passou a fazer sentido quando o ex-goleador começou a participar em torneios profissionais de poker. Hoje uma figura respeitada na comunidade internacional de poker, Sheringham participou em várias competições em todo o mundo e conseguiu a sua maior vitória numa edição do European Poker Tour (EPT) disputada em Vilamoura.
O Algarve é por isso um lugar de boa memória para Sheringham, que por cá terminou na 5.ª posição do EPT Vilamoura. Portugal é, de resto, um país repleto de fanáticos de poker. O poker online é particularmente popular em território nacional, e estima-se que mais de 600 mil portugueses já tenham jogado poker ou outros jogos de sorte através da Internet. Em Portugal, é possível jogar vários jogos de poker em sites licenciados como o 888 poker.
Apesar do sucesso inicial na modalidade, Sheringham acabou por se tornar menos ativo na cena de poker competitivo ao longo dos últimos 10 anos.

Poker é bastante popular entre futebolistas

Tal como Sheringham, vários outros ex-jogadores de futebol se dedicaram ao poker após o final da sua carreira. Alguns dos mais bem sucedidos foram Vikash Dhorasoo (médio francês ex-PSG e AC Milan), Tomas Brolin (médio sueco ex-Parma), ou Jan Molby (um ícone do Liverpool da década de 80).
Alguns jogadores em atividade também são confessos fãs de poker: Neymar já assumiu que gostaria de se tornar num jogador profissional após o final da carreira e Gerard Piqué chegou a participar em várias edições do EPT Barcelona, onde obteve boas classificações.