Um dos diretores de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, disse naquele programa que valeu, para já, uma condenação de 2 milhões de euros, que terá havido agressões «graves» a adeptos dos dragões por parte de adeptos do Benfica, no clássico. A única noticia que temos conhecimento foi a da SIC(LINK), onde se vê confrontos entre adeptos e a polícia.

«Um adepto do FC Porto foi barbaramente agredido junto ao Estádio da Luz e já foi operado. Foi transferido do Hospital de Santa Maria para o Hospital de São João. É filho do João Paulo, que jogou no FC Porto, e foi agredido por uma série de pessoas. A polícia estava perto e não interveio», afirmou, garantindo ainda que outros dois adeptos foram «barbaramente agredidos» com «um taco de basebol» junto ao Hotel Altis, onde os azuis e brancos estagiaram em Lisboa.

Agora convém mostrar as imagens, as verdadeiras e não truncadas. E convém mostrar de que foram adeptos do Benfica. Até lá é só mais ruído idêntico ao que este individuo fez no final da partida no clássico, acusando o Benfica de ser responsável pelo preenchimento das fichas de jogo. O que é mentira e quem ocultou o nome do presidente foram os dirigentes do seu clube. Portanto, enquanto não houver imagens nada feito. O máximo que encontrei sobre agressões foi isto

O Benfica tem imagens bem recentes de um regresso da luz. O Benfica tem imagens do autocarro a ser apedrejado. Alguém condenou? Não!