Uma mão cheia de nada de Francisco J Marques para terminar o ano.

O ano de 2017 está a chegar ao fim e tivemos o prazer de ver a capa do jornal do regime, o que tinha dito o insolvente e diretor de comunicação, Francisco J Marques.

Na capa do jornal aparece “o melhor estava para vir”, confirmando que eles deveram ser os presumíveis autores de maior crime informático nunca antes visto em Portugal. Mas depois voltamos atrás e recordamos tudo o que foi dito contra o Benfica, nos inúmeros “tiros” furados (Nhaga, jogos viciados, notas que não melhoradas, castigos que foram cumpridos) e vimos que não passou de uma mão cheia de nada.