Varandas desvia as atenções do aumento do ordenado com o processo e-toupeira

Esta é a parte do comunicado que o Sporting fez sobre o e-nada. “O clube de Alvalade sublinha que continuará a bater-se pela verdade desportiva com energia e intransigência, permanecendo atenta e actuante no âmbito dos diversos processos sob investigação e que indiciam práticas de enorme gravidade, com potencial impacto na verdade desportiva e que serão, uma vez provadas, merecedoras de sanção adequada nos planos criminal e desportivo”.

Um clube que tem um presidente apoiado por uma série de juízes. Um clube que viu o processo CashBall ser arquivado pela Federação Portuguesa de Andebol por falta de provas. Um processo que vem de uma confissão e não de uma denuncia anónima. Se querem bater-se pela verdade desportiva usem o CashBall como exemplo.

Publicidade

Já se percebeu que o presidente do Sporting está a desviar as atenções do seu aumento de ordenado, do passivo que aumentou e do prejuízo que teve mais um ano. Quer que se fale para que os Sportinguistas esqueçam a aprovação do aumento de salário. Uma táctica que foi muita vez usada pelo seu antecessor.