Home Azuis Vendas passaram de “negociatas e carroceis” para “ato de gestão legal”

Vendas passaram de “negociatas e carroceis” para “ato de gestão legal”

As virgens ofendidas com a capa da Abola são precisamente as mesmas que têm classificado, as vendas do Benfica de negociatas.

Recordamos a capa do jornal Público sobre os “empréstimos encapotados do Benfica” mas que, quando se tratou do FC Porto era um ato de gestão. O mesmo aconteceu com o jogadores do Santa Clara para a equipa B em que chegaram a acusar o Benfica de comprar a vitória quando os açorianos lutavam para não descer da 2ª liga.

Hoje a transação de jogadores da equipa B entre o Vitória e o FC Porto, ambos na primeira liga, já é um ato a que dizem não ser ilegal. Deixamos dos carroceis, negociatas e levantamento de suspeitas para negócios que não são ilegais.

Recordo a operação cartão vermelho em que uma das suspeitas, é a de que o antigo presidente do Benfica, comprou jogadores muito acima do valor. Será que o presidente do FC Porto e do Vitória vão ser investigados por adquirirem jogadores para as suas equipas B por valores 1000% mais altos?

Contratos e mais contratos “esquecidos” por Pinto da Costa e jornal Público

 

Será que o fisco vai juntar estes jogadores ao rol que já tem noutro processo?

 

Investigação do Público perdeu-se nestes contratos