De manhã apeteceu-me chegar ao Twitter e deixar um MEME sobre o que dizia o FC Porto quando a sua “adorada” tinha perdões de divida. Naquela altura a sua administração recebia prémios de segundo lugar e culpa a sua adorada por fazer empréstimos obrigacionistas com juros mais elevados.

Não é que a primeira pessoa a comentar o MEME foi o Shôr Paulo Baldaia? E não é que o cartilheiro mostrou como se vão movimentar para que não se fale na vergonha lançando a desculpa do vírus? Sendo assim, vamos viajar no tempo em que estavam de jejum mas os seus administradores recebiam como tivessem ganho tudo.

Em 2017, muito longe dos Nhagas que não previram a pandemia, os administradores do FC Porto lançavam obrigações justificando os erros de um treinador. Um tal de Nuno Espirita Santo que tem feito coisas boas na Premier League. A culpa era só dele e de mais ninguém. Danilo ainda permanece, contrariado mas lá continua. Herrera saiu a custo 0 e André Silva, puto das capas do ojogo, saiu por 38 milhões. Fizeram uma festa porque saiu por um valor mais alto que o Renato Sanches. Era o que podiam festejar na altura. Mas só que o Renato deu mais 5 milhões(total de 40 milhões) por 25 jogos ao serviço do Bayern e mais 500 mil pela sua ida para o Lille.

 

Passado um ano e com os bolsos cheios, voltam a fazer um obrigacionista mandando umas bocas à sua amada da segunda circular.

Enquanto isso o Benfica era noticia por os altos rombos nas finanças do clube, que o dinheiro do Félix não era verdadeiro, que o dinheiro da transferência era apenas para sustentar o chamado carrossel Mendes. Riram, financiaram-se com polémicas em torno do Benfica e hoje metem as culpas no maldito virús.

Ainda muito antes da pandemia:

Há empresas que que se encontram em dificuldades, certo, mas o FC Porto já está há vários anos e o alerta até foi dado em outubro por um tal de Tiago Silva que colocou em causa o orçamento provisório, onde se previa na altura um buraco enorme. E depressa foi silenciado. Segundo o orçamento o FC Porto teria de chegar à meia-final da Europa League e fazer 80 milhões em compras e vendas de jogadores e até hoje nada.

Não ponham a mascara nos olhos…