Nélson Évora venceu trouxe ontem uma medalha de ouro para Portugal. Ficamos muito felizes por mais uma conquista ao serviço de Portugal. Mas acontece que, para atleta do Sporting, ter concorrência de peso do lado do Benfica o incomoda. E pelos vistos não incomoda só a ele.

No decorrer da prova de Nélson Évora, o jornalista da RTP, Luís Lopes,  classificou Pedro Pablo Pichardo de “um cubano de importação” aplicando responsabilidades à Federação Portuguesa de Atletismo que “não consegue pôr cobro” ao facto de, em 7 meses, o Benfiquista ter-se naturalizado português tal como outros atletas, entre eles, Nélson Évora.

Este ataque xenófobo de Luís Lopes tem um nome. Chama-se anti-Benfiquismo. Numa televisão que é paga com o dinheiro dos nossos impostos, jornalistas como este, ou são isentos ou então podem colocar um curriculum na Sporting TV e esperar que tenham sorte. É lamentável que um individuo prestigiado no comentário sobre a modalidade que é o atletismo, tenha tido este tipo de comentários. Já a RTP, continuamos à espera que venha esclarecer o que se passou para este episódio lamentável.