Vídeo: “Rodolfo deveria ter memória. E a memória, em certas pessoas, apaga-se”

Advertisement

Diamantino entende que “toda a gente percebeu o que o Rodolfo quis dizer”. “Quando o Rodolfo diz ‘tudo no Benfica me mete nojo’, engloba sócios, engloba jogadores, treinadores, presidente, diretores”, alega o ex-futebolista encarnado.

“Esta coisa de, uma semana depois, por alguém lhe ter escrito num papel o que é que ele deveria dizer… Toda a gente percebe o que é que o Rodolfo queria dizer”, acrescentou Diamantino, referindo-se a um texto que o antigo capitão do FC Porto leu, no programa de ontem.

 

Para Diamantino, a liberdade de expressão confere o direito de emitir opinião, mas depois haverá naturais consequências.

“O Rodolfo tem o direito de fazer os comentários que muito bem entender, mas deveria ter memória, também. E a memória, em certas pessoas, apaga-se. Em muitos clubes. Não sei porquê”, referiu, numa aparente alusão aos processos que envolveram o FC Porto.

O antigo jogador encarnado e comentador da CMTV considera que Rodolfo Reis “não deveria ter falado naquele tom”, mas, salienta, “muito mais grave do que o tom foi o conteúdo”.

“Cada um é responsável pelo que diz. Vivemos num Estado de direito. Agora, não venha dizer que não era aquilo que queria dizer. Toda a gente percebeu o que é que ele queria dizer”, insistiu Diamantino.