Luís Filipe Vieira: “No Benfica tudo é escrutinado a sério”

646

“No Benfica tudo é escrutinado a sério. Não há um dedo que possam apontar”, atestou Luís Filipe Vieira, em abordagem ao plano financeiro do Benfica. Em entrevista à CMTV, o presidente encarnado afirmou mesmo que “se não houvesse dívida, não havia necessidade de vender jogadores”.

Relativamente ao interesse de diversos “tubarões” europeus em Ederson, o dirigente máximo do Benfica não abriu o jogo sobre uma eventual saída, mas confirmou que pode chegar um novo guarda-redes na próxima janela de transferências:

“Não há nenhum guarda-redes de leste assegurado, é possível que haja entrada de guarda-redes portugueses”.

Quanto à abundância de problemas físicos no plantel encarnado, Luís Filipe Vieira desvalorizou a questão e reiterou a confiança na equipa médica. A terminar a entrevista, o presidente do Benfica deixou no ar a promessa de vencer a Liga dos Campeões, no futuro:

“No dia em que deixar o Benfica, irei deixar aos benfiquistas uma grande empresa. Hei de deixar uma fábrica de referência na Europa e acho que é possível sonharmos numa equipa com identidade e que possa sagrar-se campeã europeia. Tenho a noção exata do caminho que temos de seguir. Queremos liquidar a dívida rapidamente e vamos fazer um esforço por isso”, concluiu.


COMPARTILHAR