Tudo sobre a equipa que deu 12-2 ao porto

7519

11126914_10206578166481000_243099007387683751_n

Facto histórico ocorreu na temporada de 1942/43. No Campo Grande o Sport Lisboa e Benfica “degolou” o rival da cidade do Porto por concludentes 12-2, sim, 12-2, naquela que constitui a maior goleada de sempre nos dérbis\clássicos do futebol português.

Com o Campeonato novamente disputado por dez clubes, o campeão SL Benfica não deu chances à concorrência – que no fundo se resumiu a Sporting e Belenenses – e terminou o campeonato com dezassete vitórias em dezoito jogos, perdendo apenas um jogo em casa do Sporting, numa das melhores participações de sempre do SL Benfica na prova.

Foi no dia 7 de fevereiro de 1943 que se jogou a 5ª Jornada do campeonato de portugal que os rapazes do SL Benfica deram os 12-2. O fc porto que foi goleado também por sporting 5×2, Belenenses 4×0 e Unidos de Lisboa 2×6, viria a terminar o campeonato em 7º lugar. Mas foi o dia 7 de fevereiro que ficou marcado na história do campeonato português.

Conheça então os heróis desta mítica partida

Sport Lisboa e Benfica – fc porto: 12-2
Data: 7 de fevereiro de 1943
Campo Grande (Lisboa)

Árbitro: Vasco Ataíde (Coimbra)

Benfica: Martins, Gaspar Pinto, César Ferreira, Jordão, Albino, Francisco Ferreira, Manuel da Costa, Barros, Julinho, Teixeira, e Valadas. Treinador: Janos Biri

FC Porto: Valongo, Alfredo, Guilhar, Anjos, A. Nunes, Baptista, Póvoas, Gomes da Costa, Correia Dias, Pinga, e Araújo. Treinador: Lipo Hertzka

Golos: 1-0 (Valadas, aos 5m), 2-0 (Valadas, aos 31m), 3-0 (Julinho, aos 39m), 4-0 (Manuel da Costa, aos 44m), 5-0 (Alfredo, na própria baliza, aos 46m), 5-1 (Póvoas, aos 48m), 6-1 (Julinho, aos 55m), 7-1 (Manuel da Costa, aos 58m), 8-1 (Julinho, aos 60m), 9-1 (Julinho, aos 61m), 9-2 (Araújo, aos 67m), 10-2 (Julinho, aos 75m), 11-2 (Francisco Ferreira, aos 77m), 12-2 (Teixeira, aos 85m)

COMPARTILHAR