André Almeida: “Pertenço a um colosso europeu e já recebo bem”

Publicidade

André Almeida deu esta segunda-feira uma entrevista num registo mais descontraído ao programa da manhã da rádio Mega Hits e afirmou que nunca seria capaz de jogar no FC Porto e no Sporting.

«Ui… Para deixar bem claro, isto é uma profissão e eu acho que não podemos excluir nenhuma possibilidade. No meu caso, depois de tudo o que construí com tanta e por todo o carinho que tenho pelo que o Benfica me deu e à minha família, claramente nunca jogaria nos outros dois rivais em Portugal.»

Publicidade

Sobre qual foi jogador mais difícil de marcar André referiu um Belga. «Já apanhei uns quantos, mas talvez o [Yannick Ferreira] Carrasco, num jogo frente ao Mónaco, em que eu também não tinha estado muito bem fisicamente. Tinha estado doente, joguei com febre até, e sentia-me mais frágil. Mas ele nesse jogo rebentou comigo, mas ganhámos 1-0», disse. Em Portugal? «No ano passado também tinha algumas dificuldades com o Galeno [na altura jogador do Rio Ave], na Luz, num jogo em que ganhámos por 4-2», afirmou André Almeida.

Quando colocado entre duas hipóteses: jogar num clube português de meio da tabela com um salário de milhões ou ser sempre titular num colosso europeu, mas sem salário, o defesa do Benfica começou por dizer que já tem o melhor das duas coisas: «Eu pertenço a um colosso europeu e já recebo bem».

Frisando que «não teria a capacidade de jogar todos os jogos a titular», André Almeida disse depois que «experimentava um ano a receber zero». «Sou bom a fazer poupanças», garantiu.

E que colossos europeus poderiam ter André Almeida a custo zero? «Sempre tive o sonho de ir para Premier League, gosto muito do Liverpool, do Manchester United pela história que tem, gosto de outros como o Real Madrid e o Barcelona, mas claramente prefiro a Premier League.»

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores