Arrependimento do árbitro valeu despenalização a Palhinha

Advertisement

Tribunal Arbitral do Desporto já tomou uma decisão, favorável ao clube leonino, que tinha recorrido do quinto cartão amarelo visto pelo médio frente ao Boavista.

“Conforme resulta do 22.º facto considerado provado, segundo a afirmação do próprio Fábio Veríssimo, o árbitro do jogo sub judíce (cfr. 14.º facto considerado provado), a sua exibição ao Demandante do cartão amarelo identificado no 2.º facto considerado provado não foi, segundo as normas técnicas e disciplinares da própria competição desportiva, uma atuação adequada”, pode ler-se no acórdão a que tivemos acesso.

Até diria ao Benfica para começar a recorrer para o TAD os cartões mal exibidos a Weigl, Otamendi e Adel Taarabt, mas não adiante muito porque já se percebeu quem controla a arbitragem em Portugal. Alguém me consegue indicar um árbitro que tenha admitido um erro prejudicial ao Benfica?