Advertisement

Benfica ataca o “perdão de dívida gigantesco à Sporting, SAD”

Advertisement

Hoje temos Benfica em várias frentes, desde logo no futebol, em Portimão, para somarmos mais três pontos, e o clássico do basquetebol, com o FC Porto, na Luz. Tudo isto num dia em que ainda digerimos a efetivação do que se configura, na prática, de um colossal perdão de dívida à Sporting, SAD.

1
Nélson Veríssimo é taxativo quanto à mentalidade competitiva requerida a quem representa o Benfica: “Neste clube, a exigência mínima é vencer. É nessa perspetiva que vamos abordar todos os jogos.”

Advertisement

Hoje defrontamos o Portimonense, em Portimão (18h00), e o objetivo é vencer. Veríssimo considera que temos “um adversário complicado, num campo difícil” e avança a receita a aplicar para somarmos três pontos: “Temos de estar com um nível de ativação muito elevado, ter uma entrada forte para mostrarmos, desde o início, ao que vamos, focados na nossa forma de jogar, impor o nosso jogo.”

O nosso treinador salienta ainda o papel determinante dos Benfiquistas: “Contamos com o apoio dos nossos adeptos para superar este difícil obstáculo, sentimos que são uma força extra que galvaniza os jogadores.”

2
Outro dos pratos fortes do dia é o clássico de basquetebol, na Luz, com o FC Porto. O jogo tem início às 16h30 e está em causa a luta pelos lugares cimeiros da classificação. Vamos ajudar a nossa equipa e empurrá-la para a vitória! E aproveite para também apoiar as nossas equipas de andebol e futsal (feminino e masculino), que recebem, respetivamente, FC Gaia (15h00), Quinta dos Lombos (19h00) e Viseu 2001 (20h45). A equipa feminina de futebol tem uma deslocação ao campo do Vilaverdense (15h00), enquanto a de basquetebol disputa as meias-finais da Taça de Portugal, com o Esgueira, no Barreiro (18h00).

3
Relembramos que ainda decorre hoje a ação humanitária em prol do povo ucraniano organizada pela Fundação Benfica em colaboração com a SIC Esperança e com o apoio das Casas do Benfica e Escolas de futebol do Benfica espalhadas pelo país. Ajude quem precisa!

4
Por fim, o histórico, sim, tristemente histórico dia em que foi consumado um perdão de dívida gigantesco à Sporting, SAD.

Um dia em que um banco intervencionado pelo Estado com dinheiro dos contribuintes, numa altura em que há cada vez mais investidores externos no futebol português, se desfez apressadamente de um ativo com 70% (ou mais) de desconto.

Ativo esse que, por sua vez, já tinha sido sobrevalorizado aquando do início da operação.

A Sporting, SAD contraiu dívida junto do BES e Millennium BCP que não conseguiu pagar.

A Sporting, SAD reestruturou essa dívida, beneficiando de um perdão de 12 milhões de euros de juros decorridos e por pagar.

A Sporting, SAD e estes dois bancos converteram mais de 150 milhões de euros de dívida da Sporting, SAD num instrumento financeiro chamado VMOC, valorizando cada título a um euro quando as ações da Sporting, SAD eram cotadas muito abaixo desse valor.

A Sporting, SAD, ao longo destes anos, não deixou de investir na equipa de futebol, apresentando resultados negativos em vários exercícios, tendo regressado, inclusive, à situação de falência técnica, numa persistente e inaceitável concorrência desleal para com os restantes clubes no futebol nacional.

Agora a Sporting, SAD recompra os VMOC, alegadamente por 30% do seu valor (se calhar foi menos).

É de facto um dia histórico!

O dia em que a Sporting, SAD beneficiou de uma operação em que um banco intervencionado pelo Estado com o dinheiro dos contribuintes vendeu muito abaixo do preço ao Sporting o que tinha comprado muito acima do preço ao mesmo Sporting.

Ficamos a aguardar expectantes pela Comissão Parlamentar de Inquérito dedicada a este tema.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo