Advertisement

Benfica comunica a saída de dois jogadores

Advertisement

Odysseas concluiu a sua passagem pelo Benfica com 225 jogos realizados e quatro títulos no currículo: dois Campeonatos Nacionais (2018/19 e 2022/23) e duas Supertaças Cândido de Oliveira (2019 e 2023). Ao fim de cinco anos de águia ao peito, o guarda-redes transferiu-se para o Nottingham Forest, de Inglaterra.

Apresentado no dia 18 de maio de 2018 no Estádio da Luz, Odysseas foi contratado pelo Benfica após passagem pelo Panathinaikos. Com apenas 24 anos, o guarda-redes formado no Estugarda estreou-se na vitória caseira sobre o Fenerbahçe (1-0), num jogo válido para a 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. Vivia-se o dia 7 de agosto de 2018.

Odysseas

Esse foi o primeiro de 50 jogos do recém-chegado guardião na época 2018/19. Além da estreia absoluta na maior prova europeia de clubes, onde somou 10 jogos divididos entre fase de qualificação e o Grupo C, o camisola 99 disputou outros seis na Liga Europa e foi o mais utilizado na campanha da Reconquista: contabilizou 3055 minutos nas 34 jornadas do Campeonato Nacional. Logo na primeira temporada, Odysseas celebrou, assim, o primeiro título da sua carreira no jogo 50 pelo Clube, cumprido no derradeiro duelo da prova diante do Santa Clara.

Nessa mesma época, as exibições protagonizadas pelo guardião com a camisola do Glorioso chamaram a atenção do selecionador da Grécia. Apesar do passado nas seleções jovens da Alemanha, que representou entre os escalões Sub-15 e Sub-21, Odysseas aceitou o repto de representar a equipa helénica e estreou-se a 15 de novembro de 2018, no triunfo sobre a Finlândia (1-0) para a Liga das Nações.

Odysseas

Nas três épocas seguintes, o guarda-redes começou por dar o seu contributo na conquista da Supertaça no Estádio Algarve, logo a abrir 2019/20, registando nesses anos mais 119 jogos pelas águias. O centenário foi celebrado a 18 de outubro de 2020, na vitória sobre o Rio Ave (0-3), a contar para o Campeonato.

Já em 2021/22, foi incluído, ao lado do colega de equipa Otamendi, no melhor onze da fase de grupos da Liga dos Campeões, ajudando, posteriormente, o Benfica a alcançar os quartos de final da competição.

Odysseas

Em 2022/23, época em que chegou aos 200 jogos pelo Glorioso, Odysseas foi o mais utilizado na conquista do 38, terminando a campanha com 4889 minutos repartidos por 34 jornadas e como o guarda-redes da equipa menos batida do Campeonato: apenas 20 golos sofridos.

A estes jogos na época transata, o internacional grego somou, ainda, três presenças na Taça de Portugal, três na Taça da Liga, e 14 na Liga dos Campeões, entre quartos de final, oitavos de final, fase de grupos e fase de qualificação. Feitas as contas, Odysseas só não defendeu a baliza encarnada em um dos 55 jogos da temporada 2022/23: foi frente ao Caldas, na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Odysseas

Já na presente temporada, Odysseas foi titular na vitória por 2-0 no clássico da Supertaça e ergueu o troféu pela segunda vez. O derradeiro dos seus 225 jogos pelo Benfica ocorreu no dia 14 de agosto de 2023.

O guarda-redes encara, agora, uma nova etapa da sua carreira profissional no Nottingham Forest.

Obrigado, Odysseas!

 

Ristic também está de saída

 

O Sport Lisboa e Benfica informa que chegou a acordo com o Celta de Vigo, de Espanha, para a transferência, a título definitivo, do futebolista Mihailo.

Após um ciclo de três anos e meio na Ligue 1 (França), Mihailo ingressou no Benfica na janela de transferências de verão de 2022. A competir por um lugar no lado esquerdo do setor defensivo da equipa, o internacional sérvio estreou-se de águia ao peito ainda em agosto de 2022, no dia 27, aquando da visita dos encarnados ao Estádio do Bessa. Suplente utilizado, contribuiu também para o triunfo nesse jogo da 4.ª jornada do Campeonato Nacional.

Foi a primeira de oito presenças de Mihailo pela equipa na principal competição portuguesa, cuja edição terminou com o Benfica a festejar o 38.º título nacional do seu palmarés. O lateral esquerdino apontou ainda um grande golo na prova, por ocasião do duelo com o Estoril no Estádio António Coimbra da Mota, na 12.ª jornada do Campeonato. Com um portentoso remate de meia distância, executado com o seu pé preferencial, deu ainda mais expressão ao triunfo das águias na Amoreira (1-5).

Mihailo

Ao longo da temporada 2022/23, Mihailo alinhou ainda num encontro da Taça da Liga e também em duas partidas da Taça de Portugal. Estávamos então em janeiro de 2023. Passado pouco tempo, o defesa teve de parar por conta de uma lesão muscular, um facto que o afastou durante cerca de dois meses da luta por uma vaga nas opções e lhe condicionou a progressão.

A época 2023/24 começou oficialmente em Portugal com o Benfica a conquistar a Supertaça, num clássico em que Mihailo foi lançado no onze inicial dos encarnados.

Envergando o manto sagrado, o internacional sérvio totalizou, assim, 12 presenças em quatro provas diferentes, com um saldo de nove vitórias e dois empates. Sagrou-se campeão nacional e ergueu uma Supertaça! Agora, o jogador inicia um novo capítulo no seu percurso profissional.

Obrigado, Mihailo!

Comentários

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo