“O árbitro de futsal Sérgio Magalhães foi esta manhã agredido junto ao seu local de trabalho por um indivíduo com um pau e uma arma, tendo recebido tratamento hospitalar.

Este ato cobarde já foi relatado às autoridades policiais, a quem foi apresentada queixa.

O Conselho de Arbitragem repudia este ato de violência e sublinha que o incitamento ao ódio, que continua a ser praticado repetidamente em Portugal, não pode ser dissociado deste tipo de incidentes.

O Conselho de Arbitragem está a prestar todo o apoio ao árbitro Sérgio Magalhães num momento grave e inaceitável, que nenhum agente desportivo merece viver.

O Conselho de Arbitragem da FPF”

Contudo não se entende porque é que o Conselho de Arbitragem não condenou o diretor do futsal do Sporting, Miguel Albuquerque, que andou a divulgar nas redes sociais as mensagens de um dos árbitros da partida do passado domingo.