Em 15 anos de Centro Treinos do Olival, FC Porto pagou apenas 90 mil euros de renda num gasto de 16 milhões

Alegados favores das autarquias que têm feito ao FC Porto e ao Porto Canal, são o assunto na ordem do dia. No centro de treinos do Olival a Câmara Municipal de Gaia gastou 16 milhões no centro de treinos e apenas recebe 500 euros de renda por parte do FC Porto.

Em Gaia, a autarquia gastou 16 milhões de euros a erguer o centro, sem qualquer participação do clube. O FC Porto paga, desde 2002, uma mensalidade de 500 euros pelo complexo de mais de 80 mil metros quadrados, que o antigo presidente da FIFA, João Havelange, considerou como “um dos melhores do mundo, senão o melhor”. Para que os portistas conseguissem ressarcir todo o investimento da autarquia tinham de estar no centro de treinos durante… 2661 anos, mas o contrato é apenas de 50 anos (ou seja, 300 mil euros de renda, no total).

No dia em que rebenta mais um polémica envolvendo dinheiros públicos gastos num clube de futebol através do seu canal, a questão que fica é: Para quando uma investigação sobre estes financiamentos a um clube de Futebol? Há coragem para falar no centralismo e no Benfica quando está à vista de todos quem é o verdadeiro polvo? Mas há mais!!!

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores