Advertisement

FIFA e Inter ridicularizam Sporting na transferência de João Mário

Advertisement

A decisão da FIFA e a forma como está mencionada na imprensa escrita é de rir aos píncaros

 

A imprensa nacional esqueceu-se de consultar todas as páginas da decisão do processo. Esquecem-se de mencionar o que realmente é dito pela FIFA e o baile que levaram nas respostas do Inter: “O Sporting baseia a queixa, baseada em rumores da imprensa”

Segue-nos no whatsaap

 

IV. Decision of the Players Status Chamber
1. The claim of the Claimant, Sporting Clube de Portugal, is rejected.
2. The final costs of the proceedings in the amount of USD 20,000 are to be paid by the Claimant to FIFA. As the Claimant already paid the amount of USD 5,000 to FIFA as advance of costs at the start of the proceedings, the residual amount of USD 15,000 is still to be paid as procedural costs (cf. note relating to the payment of the procedural costs below)

Perdem o processo e ainda pagam 20.000 USD. Mas isso leram algures na imprensa cá do burgo? Vou mostrar o que noticiaram.

O Tribunal da FIFA rejeitou a queixa do Sporting contra o Inter, apresentada em outubro de 2022, e que tinha como objetivo ser ressarcido em 30 milhões de euros por parte do emblema italiano na sequência da transferência de João Mário para o Benfica, em 2021. Conhecida a decisão, Record confirmou que a SAD reforçou a sua posição, tendo avançado com um recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS, com sede em Lausanne, Suíça).

Segundo revela o relatório e contas do Inter, apresentado esta quinta-feira, o ‘não’ da FIFA chegou aos escritórios de Alvalade a 10 de julho, tendo o recurso dado entrada no organismo com sede na suíça a 6 de setembro, além de também estar a correr no Tribunal de Trabalho, instância nacional.

Assim se protege o Sporting de um processo ridículo em que agora têm de pagar. Há mas dizem que não desistem. Então está bem.

Leia também: Villas-Boas ataca o Benfica para conseguir votos no FC Porto

 

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados