“Eis como o jornal A Bola tenta condicionar um excelente jogador”. começa por escrever o arguido no caso dos e-mails dando a entender que é o jornal “ABola” que está a tentar condicionar o jogador. Está a usar a táctica de acusação de outros para dar a entender que o jogador vai ficar condicionado. Prossegue dizendo que “a quatro dias de defrontar o Benfica A Bola escolhe Chiquinho para falar de um jogo europeu. Felizmente, quer o jogador, quer o Moreirense já mostraram que é no campo que justificam a grande época que estão a fazer”.

Com isto só podemos perceber que o director de comunicação secundário do FC Porto, está com receio que a exibição de Chiquinho seja igual à de Ricardo Costa no Tondela-FC Porto onde foi o pior em campo, estando envolvido nos golos do FC Porto.

Como se isso ainda não fosse suficiente, o arguido dos e-mails aponta o dedo ao antigo técnico do Benfica, João Tralhão, por este ter dito que desejava que o Manchester City vence-se a Liga dos Campeões. A mesma indignação não acontece quando Luís Freitas Lobo desce ao relvado para “conversar” com Pinto Da Costa e Luís Gonçalves.

Certamente que o Conselho de Disciplinar ou de justiça da FPF, estão atentas a estes posts no twitter. Certamente sairá condenação acima dos 20 mil euros.