Azuistop

Imprensa em silêncio após cântico polémico da claque do FC Porto

Avião do Chapecoense voltou a ser entoado na última partida

PUB

A comunicação social e o centralismo fazem com que o FC Porto continue a ser protegido das polémicas da sua claque.

 

Não há uma única referencia nos jornais desportivos, que a claque do FC Porto voltou a cantar “ai quem me dera que o avião da chapecoense fosse do Benfica”. Em vez disso, publicaram uma provocação normal de adeptos de um clube campeão nacional e que não ofende ninguém. A chamada picardia normal que mudou de tom quando, os mesmos do costume partiram para o insulto e com referencias graves.

Advertisement

 

 

Recorde-se Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto absolveu Fernando Madureira no caso do cântico da Chapecoense, que segundo o acordão, não foi provado que tenha cantado ou incentivado os restantes elementos da claque a cantar.

Hoje o caso é bem diferente. Resta saber se os delegados da Liga ouviram o que todos nós ouvimos.

Leia também: Tarja de Camp38es no jogo do Estrela-FC Porto – Vídeo

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo
Mercado