Advertisement

“O Arthur está a trabalhar muito bem e que o mais importante é marcar golos, isso é fundamental”

Advertisement

Roger Schmidt abordou o jogo frente ao Vitória referente à 21ª jornada

 

V. Guimarães: “A preparação é a recuperação. Jogámos na quinta-feira, jogar no domingo contra o Vitória é realmente um desafio, estamos a fazê-lo tão bem como sabemos fazê-lo. Não tanto em relação ao treino em si, mas mais descanso físico, mental e estarmos preparados para um jogo difícil. São duas equipas de topo na nossa liga, têm vindo a jogar muito bem não só na Liga mas também na Taça, têm estado a desenvolver-se muito bem, muito perigosos em momentos de transição, contra-ataques e em geral. Jogámos lá no final da época passada, lembro-me do ambiente no estádio, que era fenomenal. Estamos a aguardar um grande jogo na Liga Portuguesa e vamos tentar dar o nosso máximo para ganhar o jogo.”

Rui Costa disse que tem melhor equipa do que na época passada. Concorda? “Não sei. Não vi a entrevista do presidente, não sei se disse dessa maneira tão clara como acabou de me apresentar. Temos equipas diferentes, tivemos uma equipa de topo na época passada e creio que temos uma equipa de topo também. Vamos ver, na época passada fomos campeões e vamos tentar fazer o mesmo este ano. É muito difícil comparar equipas de um ano para o outro, há muitos jogadores que saíram no último ano e meio, é uma equipa praticamente diferente e nova, temos apenas quatro ou cinco jogadores do plantel titular. É futebol, muitas mudanças, nesse ponto de vista não faz assim tanto sentido estarmos a comparar equipas, porque ao fim ao cabo o que conta são os títulos. No ano passado fomos campeões e este vamos dar o máximo este ano também para o fazer.”

Álvaro Pacheco disse que Schmidt tem de preocupar-se com a sociedade de Silvas que o Vitória tem: “Na minha opinião o jogo contra eles do ponto vista tático temos de estar muito bem organizados. Os jogadores têm grande qualidade, o estilo de jogo é típico de muitas equipas aqui em Portugal, mas também no futebol internacional, com uma linha de cinco, mas com laterais muito ofensivos, com extremos e avançados centro, temos muito bons jogadores para esse tipo de futebol. Estão sempre à procura do momento em que recuperar bolas e atacar. Todos os jogadores, não importa se são centrais, alas, colocam muito esforço nestes momentos, conseguem criar boas oportunidades e dificultar a vida a qualquer adversário. Temos de ser muito bons na posse de bola, mostrar a nossa qualidade, temos de estar sempre bem organizados, quando perdemos a bola, grande pressão e encontrar os nossos momentos no ataque e vamos fazê-lo, como sempre fazemos. Vamos jogar contra uma boa equipa, mas nós também estamos a atravessar um bom momento e vamos tentar fazer um bom jogo, sabemos que temos de jogar bom futebol, mas também trabalhar duro para lutarmos e conseguirmos os três pontos. “

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Rui Costa vê Aursnes como melhor lateral-direito do campeonato: “Vejo-o como um jogador flexível. Acho que é a melhor descrição que se pode fazer dele. É importante para nós, para mim enquanto treinador, sobretudo nestas alturas onde tivemos algumas lesões e tivemos de encontrar soluções para algumas posições. O Aursnes provou, uma vez mais, que pode ser muito bom para substituir jogadores noutras posições. Esteve ao mais alto nível. É muito inteligente taticamente e muito forte mentalmente, há jogadores que não têm essa abertura de espírito. Estou muito satisfeito e o melhor é que ele também está, está disposto a isso. Gosta de novos desafios. Não é todas as semanas, claro que precisamos de encontrar a melhor solução para ele. Estamos muito felizes por podermos contar com um jogador assim.”

Kokçu pode voltar à titularidade em Guimarães? “Não anunciei ainda o onze inicial, mas vamos tentar ganhar o jogo e tratar bem dos jogadores para estarem na melhor forma possível. Uns chegaram de férias, outros recuperaram de lesões, temos de tentar que fiquem nas melhores condições para termos muitas opções. Acho que estivemos bem na quinta-feira e queremos continuar assim. É bom podermos contar com o Florentino, é um jogador muito importante para a equipa, dá sempre 100%”.

Cabral em forma. Está encontrado o título na frente de ataque? “Veremos. Fico sempre à espera do próximo jogo. Claro que o Arthur está a trabalhar muito bem e que o mais importante é marcar golos, isso é fundamental. No início da época também deu o seu melhor e trabalhou muito, mas teve azar. Nesta fase, está diferente. É importante para ele e para nós que consiga marcar, agora vemos que a ligação entre ele e os colegas está melhor. Tem uma melhor sensação dos espaços que tem de ocupar. É verdade que precisou de mudar o seu estilo de jogo, era um avançado completamente diferente quando chegou. Agora é mais flexível, tem mais colegas à sua volta e está mais envolvido em combinações, são coisas novas para ele. Vejo que se está a adaptar, a dar o seu melhor e estou muito satisfeito. O Marcos Leonardo e o Tengstedt também estão cá e são mais dois avançados que já mostraram muita qualidade. Acho que não é a melhor altura para fazer essa avaliação, talvez no final da época”.

Rui Costa não descartou continuidade de Rafa: “A porta vai estar sempre aberta para ele até final da temporada. Se sair, a porta também estará sempre aberta e será sempre bem-vindo. Naquela idade, temos de respeitar a sua decisão, mas temos de o respeitar.”

Calendário: “Estamos satisfeitos por jogarmos vários jogos, quer dizer que não estamos só numa competição. Não nos queixamos, mas é muito exigente e isso é claro. Às vezes o descanso entre jogos é um desafio, mas já mostrámos que nos conseguimos focar para cada jogo e jogar no nosso melhor para ganharmos. A melhor maneira de o fazer é estarmos completamente concentrados em cada jogo, não faz sentido começarmos já a pensar dez jogos à frente. Estamos pronto para amanhã e é assim que o vamos continuar a fazer.”

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados